Há muito potencial em The Walking Dead além das tramas dos sobreviventes de Alexandria e as outras comunidades. Afinal, estamos falando de um mundo inteiro onde os mortos voltaram à vida e isso acarretou no fim da civilização em questão de semanas.

A AMC está ciente deste potencial e pretende expandir este universo. Já temos uma noção disso com as séries derivadas Fear The Walking Dead e The Walking Dead: World Beyond.

Mas ainda dá para fazer muito mais. E Scott Gimple, o diretor de conteúdo do Universo The Walking Dead, está trabalhando nessa expansão e reafirmou seus planos de trabalhar com personagens antigos.

A ideia de Gimple é dar uma “espiada” nos primeiros dias do fim do mundo deste universo. Atualmente a série está mostrando a vida dos sobreviventes dez anos após a queda.

Durante o painel da [email protected], Gimple explicou seus planos:

Estamos trabalhando em coisas que nos levam a observar os personagens de antigamente.

Talvez não seja uma série inteira, mas estamos de olho em coisas que possamos dar uma espiada – talvez não antes do apocalipse – mas no começo do apocalipse. Estamos de olho no pessoal, então anime-se para isso.

O grupo original de sobreviventes de Atlanta buscando abrigo no CDC, no 6º episódio da 1ª temporada de The Walking Dead.

Perguntaram a Gimple qual personagem ele gostaria de trabalhar em um spinoff que se passasse antes do apocalipse zumbi. A escolha do diretor foi Glenn Rhee (Steven Yeun).

Eu sinto falta de trabalhar com o Steven e seria divertido. E eu gosto de coisas divertidas.


O que você acha da possibilidade de ver antigos personagens em histórias curtas especiais? Quem você gostaria de ver novamente?

Fonte CB

Siga The Walking Dead BRASIL nas redes sociais!