A décima temporada de The Walking Dead finalmente se encerrou no ultimo domingo (5 de outubro), depois de uma espera de seis meses.

O episódio intitulado “A Certain Doom” fecha o arco dos Sussurradores, um dos mais icônicos dos quadrinhos, e apresenta o que muito provavelmente será o ultimo arco a ser contado na série, Commomwealth (Nova Ordem Mundial).

Particularmente o episódio foi bem mediano, se levarmos em consideração que era uma season finale, e um encerramento de arco.

Eu sempre espero algo grandioso de episódios desse porte, e o que eu recebi foi um episódio de meio de temporada. E vou lhes dizer por que senti isso.

Perigo real

Quem assistiu ao episódio de domingo e viu toda aquela horda encurralando os protagonistas sentiu medo por seu personagem favorito morrer? Ou até mesmo ter uma sensação de “e agora?” quando se viram num beco sem saída?

Não teve esse perigo real (pelo menos para mim), porque tudo foi “desescalonado”.

No decorrer da temporada o sentimento em relação à horda é de “já era”, e no fim, para solucionar tudo, o sentimento mudou para “não é bem assim também”.

É como se na temporada toda você jogasse no “modo normal/hard”, e na season finale você estivesse cansado quisesse terminar rápido, e colocasse no “modo fácil”.

TUDO foi fácil… absolutamente TUDO!!!

Provavelmente a ultima vez que enfrentarão uma horda desse calibre

A horda, que era a maior que o grupo já enfrentou, simplesmente foi atravessada de maneira bem tranquila, sem sequer se dar ao trabalho de sujar os rostos, como em temporadas passadas.

Porque sabiam que estavam protegidos pelo roteiro preguiçoso que quase sempre vai no “safe“, para garantir que nada aconteça com os personagens principais.

Ou acharam surpreendente a morte da season finale ter sido a Beatrice?

O grupo de Daryl fez um trabalho de “stealth” primoroso. Rastrearam e eliminaram um a um TODOS os Sussurradores (que em teoria deveriam dominar a arte da furtividade entre zumbis) no meio da horda.

Aquele grupo “perigoso” apresentado na 9ª temporada, exatamente por se camuflar entre hordas, e atacar sem piedade, se mostrou mais uma lenda urbana do que uma ameaça letal, como Alpha e Beta queriam demonstrar.

Como os Sussurradores não encontraram o Daryl & cia?

Detalhe muito importante: todos os protagonistas usavam roupas em tons escuros em meio a zumbis em tons acinzentados e sujos, à luz do dia, e indo no contra fluxo da horda, o que seria fácil para o bando de Beta os localizarem e matarem. Mas tudo isso não foi suficiente.

O grupo dos Sussurradores é aquela piada que alguém vai te contar, que começa super entusiasmado, com uma boa cadência de humor, boa entonação de voz, mas do meio para o fim se atrapalha todo, começa a gaguejar, não lembra como termina e aí ela simplesmente acaba de modo abrupta, e você decide dar aquele “rs” para não ficar constrangedor.

Beta

Depois da morte de sua líder, Beta se transformou numa ameaça ao grupo de Daryl muito maior do que a própria Alpha.

Por ele não ter a disciplina de um líder estrategista, e até pela morte da Alpha ter tido um impacto psicológico gigante nele, o tornava imprevisível em suas ações, impossível saber quais seriam seus passos.

E em sua sede de vingança, ele não teve dúvida alguma em jogar toda sua horda pra cima dos protagonistas.

Eu estava gostando de toda construção que vinha sendo feita em cima dele, a sutileza tanto no background quanto em suas motivações de personagem, e no momento que ele decide abraçar a loucura de vez. Foi orgânico todas as suas ações.

Uma pena que por falta de espaço, até pelo elenco inchado, ele não tendo mais tempo de tela suficiente, seu final tenha se resumido a 20 segundos de “luta” entre Negan/Daryl, e 9 segundos de flashback com sua mentora.

Beta merecia mais.

RIP BETINHO

O que eu gostei

Em meio a tantas saídas de personagens protagonistas por diversos motivos, foi boa a volta da Maggie na série.

Por mais que sua participação nesse episódio tenha sido pequena, mais simbólico do que primordial, dá um ar de esperança de que o próximo arco possa ser melhor do que foi o anterior.

A cena do ninja mascarado também foi muito boa, e instiga curiosidade para saber mais dele.

O padre Gabriel também foi bem nesse episódio. Gostei de seu discurso motivacional (por mais que tenha sido pra uma criança kkkk), e seu sacrifício para que os outros pudessem fugir. Foi digno de um “RICK”.

O BRABO

No outro núcleo com Rei e os outros, já no final do episódio, gostei muito da caracterização dos soldados de Commomwealth, que será o próximo (e talvez o ultimo) arco a ser contado em tela, já que a série já anunciou que a 11ª temporada será sua ultima.

O que não foi comentado

Tiveram outra coisas como :

  • Carol sendo Carol;
  • Lydia se fingindo de Alpha e GERAL dos zumbis acreditando;
  • Lydia e Carol disputando quem ia morrer como herói (estilo Gavião arqueiro e Viúva Negra em Vingadores);
  • Que não valem a pena comentar, porque é tudo mais do mesmo.

Nota: 5,0/10

O que achou do “finalmente” season finale? Qual sua nota para o episódio? Deixe nos comentários o que achou da temporada como um todo.

Siga The Walking Dead BRASIL nas redes sociais!