Jesus encontrou um inesperado fim graças a uma facada que levou de um Sussurrador, no 8º episódio da 9ª temporada (S09E08 – “Evolution”). E com a morte do personagem, veio a surpresa dos fãs.

A surpresa é pelo fato de Jesus ainda estar vivo nos quadrinhos e com muitos momentos de ação. A série de TV tem divergido muito dos quadrinhos ultimamente, pelas mais diversas razões.

Essas mortes inesperadas em The Walking Dead têm origens distintas. A morte de Carl, por exemplo, foi decisão dos roteiristas, enquanto os atores que interpretaram Rick e Maggie decidiram sair por conta própria.

Mas e quanto à Jesus, quem tomou esta decisão? Em entrevista para o site The Hollywood Reporter, Tom Payne revela que foi decisão de Angela Kang, a atual showrunner, e comenta como estava inconformado com seu personagem ter sido tão pouco aproveitado.

Eles estavam cientes de que eu não ficaria triste se eles se livrassem de mim. Eu expressei minha insatisfação na última temporada. Eu estava muito frustrado com os rumos do personagem.

Ele foi introduzido de uma forma muito legal e então estacionou em Hilltop. Durante a guerra com os Salvadores ele só lutou com um cara que estava do lado dele [Morgan].

Nos quadrinhos ele teve uma luta imensa contra Negan. Ele pega uma granada com a mão e joga de volta. Ele é o membro mais capaz do grupo todo! E aqui ele mal foi usado.

Nos bastidores eu estava treinando toda semana. Eu estava preparado e ansioso. Não dá para evitar o sentimento de desânimo quando não te liberam para fazer coisas legais.

O sentimento era mútuo e eles sabiam que eu ficaria tranquilo com isso. É uma série incrível e me sinto muito honrado em ser parte disso, mas ao mesmo tempo, ser um personagem sem nada de legal a fazer é meio frustrante.

Em entrevista para o site Entertainment Weekly, Payne também comenta quando e como ele recebeu a notícia de que Jesus morreria em The Walking Dead.

Ficamos sabendo faltando apenas um episódio, pois é quando recebemos o roteiro. Portanto, foi pouco antes de começarmos a gravar o episódio 7. No final de julho, eu acho.

Na verdade eu não consegui atender a primeira ligação [da showrunner Angela Kang] e estava escrevendo uma mensagem para a minha namorada já pensando “Oh, acabei de perder uma ligação da Angela, talvez seja aquela ligação, hahaha”.

Eu liguei de volta e de fato era aquela ligação. Eu reagi tipo “ah, tudo bem”. Eu estava bem descontraído, meio que havia chegado em um ponto na série onde estava em êstase e pensava “Sabe de uma coisa, preciso fazer mais com o meu personagem, senão pode matá-lo”.

O ator complementa como foi a ligação, para o site The Hollywood Reporter.

Quando eu recebi a ligação, a Angela [Kang, showrunner da 9ª temporada] ficou surpresa com a forma descontraída que eu estava (risos).

Foi a primeira vez que ela fez uma ligação dessas [para avisar a um ator que seu personagem morreria em breve]. As negociações com Andy [Andrew Lincoln, o Rick] e Lauren [Cohan, a Maggie] foram feitas antes [desta temporada], então foi a primeira vez dela.

Ela me ligou, avisou e então eu disse “Beleza, contanto que seja um fim legal!” pois este é um personagem muito forte.

Confira também:

***

Você entende o sentimento de Tom Payne? Como acha que Jesus poderia ser melhor aproveitado em The Walking Dead?

Fontes THR EW

Siga Geekdama nas redes sociais!