A morte de Jesus no 8º episódio da 9ª temporada de The Walking Dead (S09E08 – “Evolution”) causou reações diversas entre os fãs.

Houve muita surpresa, pois o personagem ainda está vivo e detonando nos quadrinhos. E também houve frustração, pois a adaptação da AMC ficou muito aquém do esperado.

Até mesmo o próprio ator que interpretou Jesus, Tom Payne, deixou claro o quão frustrado ficou com a trajetória de seu personagem, pois praticamente nenhum de seus momentos de ação foram adaptados para a série de TV.

Mas parece que ele finalmente teve uma chance de mostrar a que veio, justamente nos momentos finais de Jesus. Em entrevista para o site The Hollywood Reporter, Payne comentou como foi gravar os momentos finais de Jesus.

Eu queria me certificar que estávamos contando uma história que surpreenderia a audiência. É essa a essência da série, de que ninguém está a salvo.

Durante todo o episódio eu mantive um sorriso imenso no rosto. Eu fiquei pensando o tempo todo: “Isso é tão divertido. Era isso que eu queria estar fazendo”! Eu senti o que Jesus estava sentindo. Jesus estava preso em Hilltop e ele queria dar o fora dali.

No final isso acabou matando ele, mas pelo menos ele entrou em uma briga. O episódio inteiro foi uma grande história, que eu fiquei feliz em contar.

No final das contas eu acabei sendo bem sortudo. Pude introduzir vocês aos Salvadores e agora eu estou introduzindo vocês aos Sussurradores. É um momento pivotal para a série.

O que você achou dos momentos finais de Jesus em The Walking Dead? Sentiu a mesma satisfação que o ator ou acha que poderia ter sido ainda melhor?

Confira também:

Fonte THR

Siga Geekdama nas redes sociais!