Na 7ª temporada de The Walking Dead, quando a principal ameaça era Negan (Jeffrey Dean Morgan) e os Salvadores, houve uma cena que seria adaptada fielmente dos quadrinhos mas acabou sendo censurada pela AMC.

A diretora Rosemary Rodriguez queria que uma cena em específico fosse “um pouco mais explícita” no 7º episódio da 7ª temporada (S07E07 – “Sing Me a Song”), quando Carl (Chandler Riggs) se infiltrou na base dos Salvadores.

Negan admirou o feito do garoto e resolveu fazer um “tour” com ele pelo Santuário, mostrando inclusive seu harém pessoal, composto de suas várias “esposas”.

Na obra original de The Walking Dead, nos quadrinhos, todas as moças usavam lingeries bem ousados. Mas na série de TV elas acabaram ficando mais “comportadas”, com vestidos pretos.

As “esposas” de Negan no 7º episódio da 7ª temporada de The Walking Dead.

Em entrevista ao site Undead Walking, Rodriguez explica o motivo da censura:

Parte da conversa, para mim – e que eu acabei não vencendo -, foi sobre o que elas vestiriam. Porque eu gosto de extremos e porque eu realmente não me intimido em ir fundo no que quer que seja, mesmo se for politicamente incorreto, mau ou sombrio. Eu só quero ir o mais longe que puder.

Negan apresenta Carl ao seu harém. The Walking Dead #105.
Negan lida com um problema conjugal com uma de suas esposas. Mark levará a punição do ferro. The Walking Dead #105.

Segundo Rodriguez, ela queria que as mulheres estivessem com roupas “totalmente sexualizadas”. Mas no final, segundo ela, suas vestimentas “se tornaram mais como uma espécie de uniforme”.

Eu me esforcei um pouco, pois uma das falas foi sobre a reação de Carl, já que ele nunca tinha visto uma mulher daquele jeito e então eu realmente queria uma reação dele vendo mulheres em roupas sexualizadas.

Tipo, que ele realmente as visse, o decote delas, e que tudo fosse um pouco mais explícito.


O que você achou da adaptação daquela cena com as “esposas” de Negan na série de TV? Concorda com a diretora sobre a vestimenta delas? Ou a AMC agiu certo em censurar esse tipo de conteúdo?

Fonte CB

Siga The Walking Dead BRASIL nas redes sociais!