O futuro de The Walking Dead é bastante promissor, com a AMC expandindo cada vez mais este universo, apresentando novas séries e filmes.

Mas, independente desta expansão, a obra original de The Walking Dead, nos quadrinhos, ainda tem muitas histórias a serem contadas.

E por mais que os zumbis sejam a temática principal e a causa do apocalipse no mundo, a tendência é que eles fiquem cada vez mais secundários, conforme vermos os esforços para a reconstrução da civilização.

Robert Kirkman, o criador de The Walking Dead, comentou esta questão em resposta a um fã nas cartas da edição 186 dos quadrinhos, que perguntou se eventualmente os zumbis ficarão muito apodrecidos para se movimentarem ou morder.

Sean Mackiewicz, o editor da revista, deu a primeira resposta:

Isso provavelmente acontecerá só daqui algumas gerações, mas é perfeitamente plausível, conforme o tecido muscular que mantém esses sacos de carne comece a ceder.

Em seguida, Kirkman complementou:

Já vimos zumbis que se movimentam bem menos. São chamados de “lurkers” [algo como “espreitadores”, zumbis que só reagem quando alguém chega perto]. Vimos alguns zumbis bem decompostos por aí.

Sim, a progressão natural é essa, eventualmente haverá muito, muito poucos zumbis neste mundo, pois a maioria deles terá morrido ou se decomposto completamente…

Será que a série durará o suficiente para chegarmos lá? Só o tempo dirá!!

Leia mais:

O que você acha deste desenvolvimento da história em The Walking Dead? Será que veremos a série chegar a um ponto em que não haverá praticamente mais nenhum zumbi?

Confira mais informações sobre o futuro dos zumbis em The Walking Dead no vídeo abaixo:

Siga The Walking Dead BRASIL nas redes sociais!