Hitler foi um líder inquestionável, que surgiu para uma população no momento em que clamavam por um “salvador”. Mais ou menos é o que acontece no contexto nacional atual, em que urge a necessidade de alguém “botar ordem na casa”.

O cenário era conturbado e de repente um homem estranho, que não era ninguém, diz coisas que a população queria ouvir, que aquele povo era “especial”. Como uma figura messiânica, introduziu em seu discurso inflamável uma ideia quase religiosa de que estando no poder, reergueria a Alemanha. Assim fez Negan, fazendo com que todos os que o cercam sejam a personificação dele próprio. Como podem matar a si mesmos?

the-walking-dead-7-temporada-s07e08-negan-lucille

Imperava um sentimento de humilhação após a 1ª Guerra e pouco a pouco começam ações violentas que ganham proporções enormes. Alguns permanecem concordando com Adolf, aumentando ainda mais a sensação de que “é a coisa certa a fazer”, pois eram merecedores de um destino melhor. Alguns começam a questionar se não estaria havendo certo “exagero”. Desde o princípio haviam aqueles que não concordavam de jeito nenhum, mas um ou outro percebeu que seria melhor fingir que acatava os ditos de um notório vilão, pois viam as consequências diretas àqueles que discordavam.

Com o medo começando a crescer, por que aqueles que viam um lunático no führer não o mataram? Ele fazia passeatas e discursos deixando seu corpo exposto. Bastaria um tiro na cabeça e um holocausto seria evitado.

the-walking-dead-s07e07-foto-oficial-04-negan-carl

Negan é uma metáfora de diversas personalidades históricas e até mesmo de instituições. Por que obedecemos regras do Estado, mesmo que elas pareçam erradas? As regras do sistema normalmente são seguidas pela “maioria”, como já ilustrou o filme Matrix, e as poucas exceções de indivíduos que arriscam é que fazem a diferença.

Arquitetar planos é perigoso. Quando saber se aquela pessoa que você precisa contar uma estratégia de assassinato não é um seguidor do seu alvo? De vez em quando aparece uma pessoa que ergue o revólver e dá um tiro. Mas e se errar? Bom, essa pessoa ou tem muito a perder ou não tem mais nada a perder. A única pena é terem colocado Rosita como essa pessoa.

the-walking-dead-s07e04-rosita-eugene-balas

Rosita perdeu Abraham, que independentemente de ser um personagem até engraçado, não merecia morrer daquele jeito (nem ninguém). Sim, ele a tratou como lixo, descartando-a de uma forma bastante cruel. Não era obrigado a ficar com ela, até pelos motivos que ele mencionou, mas podia ter sido mais gentil.

Mesmo assim, armada com sua paixão pelo falecido, ela achou que deveria arriscar. E se ela não tivesse errado o tiro? Algum outro Salvador assumiria no lugar de Negan, levando para frente este “título”?

O negan John, o negan Mary, assim como um rei, ou um duque, um coronel, Negan tornar-se-ia um emblema, uma lenda. Com o passar do tempo, ao invés de vilão, seria retratado como um herói, um mártir. Tudo depende de quem conta a tal história, e como.

the-walking-dead-s07e08-foto-oficial-07-arat-rosita

Nos quadrinhos, desde a morte de Glenn, Rick elabora um plano em silêncio para revidar. Ele é a “exceção” que não se acomoda e não se submete. Na série ele só se dá conta de que esta é a melhor opção quando percebe que mesmo seguindo as regras não será o bastante, pois estará em constante ameaça. Ele paralisou, mas felizmente tem Michone ao seu lado.

Luta ou fuga são as reações básicas frente ao estresse que todos os seres humanos apresentam e cada um tem um tempo para processar as substâncias que correm nas veias. As vezes nos “viciamos” em hormônios que são lançados quando estamos sofrendo a violência, o que explica porque tantos aceitam levar socos e pontapés por tanto tempo. A via cerebral do prazer e da dor é a mesma, então é normal nos confundirmos, especialmente quando colocamos em jogo o nosso raciocínio lógico e ele nos diz que “vai ser pior” tentar algo diferente.

Também, ao contrário do que acontece nos quadrinhos, Maggie não está furiosa com Rick por não lutar, ela esperou pacientemente ele chegar à conclusão sozinho e já ganha status de líder em Hilltop. Não culpa Daryl por ter feito o que todos queriam e causado a morte de Glenn. Na verdade, ela o recebeu e está focada para a guerra que se aproxima.

Hitler e tantos outros não morreram com facadas pelas costas, veneno, etc., o que não significa que venceram as guerras. Causaram horror, mortes, mas quando forças distintas se uniram – o que não significa sequer que estas forças eram “do bem”, ou que sejam em The Walking Dead – ainda que as baixas tenham sido elevadas, tiveram êxito. A questão é: o quanto estão dispostos a perder para não mais perder?

the-walking-dead-s07e08-foto-extra-01-maggie

Existe uma nova ordem, uma nova sociedade pós-apocalíptica. Negan entendeu isto e é o maior devoto deste novo mundo. Ele mostra pela força, pelo medo, como as coisas devem ser a partir de agora. Mas as sociedades mudam, evoluem, se revoltam e chega um ponto culminante em que elas impõem aquilo que reflete o desejo de seu povo.

Na segunda metade da temporada veremos o que estas distintas comunidades que se formaram e foram subjugadas têm de levante.

Siga Geekdama nas redes sociais!