Michael Rooker, mais conhecido por interpretar Merle Dixon em The Walking Dead e Yondu em Guardiões da Galáxia, revelou em uma convenção de fãs que a AMC era bastante conservadora nos gastos com cachês do elenco no início da série.

Ninguém ganhava dinheiro. Se eles eram mão-de-vaca? Claro que eles eram. Fala sério! Ninguém ganhou dinheiro nas primeiras três ou quatro temporadas.

E nós arrasamos, cara. Nós nos matamos de trabalhar e tornamos a série um sucesso. Mas ninguém ganhou dinheiro com isso.

Leia também: Jon Bernthal, o Shane em The Walking Dead, revela que a AMC menosprezava a série no início

Segundo Rooker, os atores ganhavam somente um cachê mínimo na época em que participou de The Walking Dead.

Mas claro que quando a série ganhou popularidade eles começaram a ganhar melhor. Mas eu não os culpo por isso, eu faria a mesma coisa. Por que você pagaria uma grana alta em uma série que não está consolidada?

Se eu pudesse conseguir bons atores que topassem ganhar menos, eu também faria isso. Falo isso como produtor.

Ao ser questionado se preferia trabalhar em Guardiões da Galáxia ou em The Walking Dead, Rooker brincou que a AMC matou Merle para não ter que aumentar seu cachê na temporada seguinte.

Não tenho preferência. Ganhei mais dinheiro em Guardiões. Walking Dead não dava grana. AMC era mão-de-vaca.

É provavelmente por isso que me mataram, porque sabiam que eu pediria mais dinheiro na próxima temporada.

Frank Darabont, cineasta idealizador da adaptação de The Walking Dead, teve uma séria desavença com a AMC quando o orçamento da 2ª temporada foi reduzido em 25%, a despeito de conseguir uma audiência superior à Breaking Bad e Mad Men, séries consagradas exibidas pela AMC que porém não eram produzidas pela emissora.

Além disso, Darabont não recebeu os valores devidos pela criação da série devido à uma manobra contratual da AMC e atualmente luta na justiça pelos seus direitos.

Robert Kirman, autor dos quadrinhos em que a série se baseia, juntamente com uma ex-produtora executiva da série também processou a AMC por motivo semelhante.

Leia também: Frank Darabont quer indenização de mais de US$ 280 milhões em processo por ‘The Walking Dead’

Estima-se que na época cada episódio de The Walking Dead custava cerca de US$ 2,75 milhões. Com a midseason finale da 3ª temporada, The Walking Dead se tornou a primeira série da história a ultrapassar a audiência de programas de TV aberta na cobiçada faixa etária de 18 a 49 anos.

Ao ser questionado se os atores mereciam um pagamento que refletisse o sucesso da série, Rooker respondeu afirmativamente.

Claro que merecem, e agora eles recebem. Eles ganham mais dinheiro agora. Porém não os iniciantes, os atores novos.

Mas os veteranos, Norman [Daryl Dixon] e o resto do pessoal antigo ganha bastante dinheiro. E eles merecem. Cara, todo mundo se machucava naquela série. Corremos por florestas, pulamos troncos, nos esquivamos de cascáveis. Fazemos de tudo.

Veja também:

Siga The Walking Dead BRASIL nas redes sociais!