Greg Nicotero, diretor e produtor de The Walking Dead, indicou a possibilidade de termos um episódio com “uma perspectiva única”, mostrando a jornada de apenas um zumbi, desde quando era uma pessoa viva, até sua morte e reanimação.

Como faltam apenas 30 episódios para o fim de The Walking Dead, é improvável que esta ideia surja na série principal.

Mas é um formato interessante para um episódio-solo em um dos spin-offs, como Tales of the Walking Dead, que promete ser no formato de antologias e está atualmente sendo desenvolvido por Scott Gimple.

Nicotero comentou a ideia em entrevista ao Rotten Tomatoes.

Seria interessante ter um episódio onde seguiríamos um zumbi, desde o início.

A cena de abertura seria a pessoa sendo morta, mostrando o corpo no chão e então retornando como zumbi.

E a partir daí o seguiríamos, conforme ele fosse entrando em contato com diferentes pessoas.

Greg Nicotero, produtor, diretor e chefe de maquiagem e efeitos, com Andrew Lincoln, o Rick, nos bastidores da 1ª temporada de The Walking Dead.
Greg Nicotero, produtor, diretor e chefe de maquiagem e efeitos, com Andrew Lincoln, o Rick, nos bastidores da 1ª temporada de The Walking Dead.

Creio que seria uma perspectiva única, não necessariamente no ponto de vista do zumbi, mas estando junto dele, conforme ele é morto, reanimado e então se unindo a uma horda.

Nós tivemos uma amostra disso no começo da 2ª temporada, quando começamos mostrando o início da horda que destruiu a fazenda do Hershel, mas acho que poderíamos fazer algo realmente divertido e especial com essa ideia.

Já foi anunciado que Gimple tem planos para múltiplas minisséries e curtas no Universo The Walking Dead e esta ideia de Nicotero se encaixaria perfeitamente.


Você gostaria de ver episódios neste formato, expandindo ainda mais os dramas e histórias do mundo pós-apocalíptico de The Walking Dead?

Fontes CB RT

Siga The Walking Dead BRASIL nas redes sociais!