Já faz algum tempo que diversos atores de The Walking Dead têm demonstrado descontentamento com a Walker Stalker Con, uma das principais convenções de fãs da série nos Estados Unidos.

Khary Payton (Ezekiel) e Cooper Andrews (Jerry) anunciaram em junho deste ano que não compareceriam mais à convenção. Segundo Angel Theory (Kelly), os organizadores não estariam repassando devidamente aos artistas os valores estipulados por suas aparições nos eventos.

Em seu perfil no Twitter, Payton anunciou que outros nomes do elenco da série passariam a boicotar o evento a partir de 2020, entre eles Norman Reedus (Daryl Dixon), Melissa McBride (Carol Peletier) e Danai Gurira (Michonne).

Eu não vou.
Norman não vai.
Melissa não vai.
Danai não vai.
Cooper não vai.
Mais serão confirmados;
Hora de fechar essa merda.

Nas respostas ao tweet, Garret Dillahunt (John Dorie em Fear The Walking Dead) e alguns atores do elenco de apoio, tais como os Salvadores Joshua Mikel (Jared) e Jayson Warner Smith (Gavin), também afirmaram que não compareceriam mais à convenção.

O êxodo do elenco se dá depois da conturbada edição de 2019 em Atlanta, marcada por reclamações de falta de organização por parte de público. Muitos não puderam tirar fotos e receber autógrafos dos atores, mesmo pagando antecipadamente pelas atividades. Entre os que conseguiram conhecer o elenco, há quem não recebeu as fotos conforme o prometido.

Houve também problemas com os atores convidados. Theory alegou ter sofrido agressão verbal de um membro da equipe de segurança em um desentendimento relacionado ao seu problema auditivo.

Leia mais: Atriz de The Walking Dead alega ter sofrido agressão verbal de segurança em convenção

Jayson Warner Smith foi impedido de tirar fotos com os fãs pois as cabines estavam ocupadas por Jeffrey Dean Morgan (Negan) e Norman Reedus e não havia outro local disponível para o Meet&Greet.

Payton lamentou a atual situação da Walker Stalker, afirmando que o evento já teve dias melhores.

Isto me entristece também. Difícil de acreditar que algo que começou possa ter terminado desta maneira. Vamos pensar em um novo canal de nos encontrarmos com os fãs, mas isso tem que parar.

A crise levou à renuncia do CEO James Frazier, que admitiu que o evento cresceu além de suas capacidades de administrá-lo.

A Walker Stalker no entanto afirma que a convenção não irá decretar falência e sim passar por uma reformulação.

Em 2015, a Walker Stalker anunciou uma edição no Brasil com a presença de Norman Reedus, Chandler Riggs (Carl Grimes), Christian Serratos (Rosita Espinosa) e Michael Cudlitz (Abraham Ford), porém o evento foi cancelado devido à baixa vendagem de ingressos ocasionados por problemas organizacionais sobre as formas de pagamento.

Fontes CB CB Jason W Smith Khary Payton

Siga The Walking Dead BRASIL nas redes sociais!