A série de TV de The Walking Dead é uma adaptação direta das histórias em quadrinhos de Robert Kirkman, que são publicadas desde 2003 nos Estados Unidos e chegaram ao fim em 2019, após 193 edições.

Contudo, a AMC optou por não fazer uma adaptação à risca. Ou seja, apesar da trama geral ser a mesma, há diversos elementos e personagens que têm destino totalmente diferente. Outros, no entanto, têm um fim bem semelhante, mas ainda assim com pequenas adaptações.

A coluna Como os Personagens Morreram nos Quadrinhos mostra o trágico fim de vários personagens da série, comparando com sua adaptação na série de TV. Não é o caso de Connie, que termina a história viva, mas que sofreu um ferimento grave.

Após a explosão na caverna no 9º episódio da 10ª temporada (S10E09 – “Squeeze”), o destino de Connie em The Walking Dead ficou incerto. Como esta história é inédita da série de TV, podemos apenas especular o rumo futuro de Connie, caso ela ainda esteja viva.

A Connie nos quadrinhos de The Walking Dead

Originalmente Connie era uma personagem bastante diferente. A deficiência auditiva é uma exclusividade da série de TV e originalmente a personagem tem bem menos relevância na história. Além disso, Kelly não é sua irmã, mas seu namorado.

Durante o arco dos Sussurradores, Connie estava em uma das milícias liderada por Dwight, para investir contra as hordas. No meio da luta, um zumbi morde a mão de Connie.

Sabendo que a mordida é fatal, Connie implora para que seus amigos a ajudem com o que deve ser feito para evitar a infecção. Magna toma a iniciativa e corta a mão da amiga.

The Walking Dead #161, Volume 27.

Após este evento, não há mais histórias relevantes de Connie e Kelly. Ou seja, estamos vendo uma adaptação muito mais interessante da personagem na série de TV!


Você acha que a Connie da TV também perderá a mão durante a guerra contra os Sussurradores?

Siga The Walking Dead BRASIL nas redes sociais!