A história original de The Walking Dead, em quadrinhos, chegou finalmente ao fim após mais de 15 anos de publicação, na edição 193.

Como esperado, a conclusão dos quadrinhos levantou dúvidas sobre a continuidade da série de TV que adapta diretamente os acontecimentos. Afinal, o arco seguinte ao atual, dos Sussurradores, já é o último.

Antevendo este cenário, o criador dos quadrinhos, Robert Kirkman, aconselhou a atual showrunner da série de TV, Angela Kang, sobre quais direções The Walking Dead poderia tomar após o final das tramas originais.

Kang comentou a situação no podcast do site The Hollywood Reporter:

Estávamos na expectativa do que aconteceria na edição 200. Mas ele terminou antes [na edição 193], o que é belo, pois ele contou a história que planejou.

E por mais estranho que pareça, já que é uma obra bem sombria, teve um final esperançoso.

Para a série de TV, acho que todos pensamos nisso, no que fazer quando chegarmos ao fim [da história nos quadrinhos] e quando isso vai acontecer.

Capa da edição final dos quadrinhos de The Walking Dead.

Mas o legal é que o Robert, após terminar os quadrinhos, ele disse “Viu o que eu fiz aqui? Você pode seguir por este caminho ou esse, ou esse. Tem uma história”. Então eu acho que há muitas iterações que poderiam que poderiam render para a trama.

Robert terminou de escrever os quadrinhos, mas isso não significa necessariamente o final da série de TV da mesma forma que os quadrinhos terminaram. Porque isso não é sequer necessariamente o que ele queria, então é algo interessante para nós.

Leia mais:

***

Você acha que a série de TV de The Walking Dead deveria terminar no mesmo ponto dos quadrinhos? Ou concorda com Angela Kang e acha que dá para desenvolver ainda mais tramas?

Siga The Walking Dead BRASIL nas redes sociais!