2020 é o ano em que a série de TV de The Walking Dead completa dez anos. E juntamente com a adaptação da AMC, o portal TheWalkingDead.com.br também chega a uma década de existência.

Dez anos atrás, no início de 2010, The Walking Dead ainda era apenas uma história em quadrinhos, com esparsos fãs. Na época, a obra já era licenciada no Brasil, pela antiga editora HQM sob o nome “Os Mortos-Vivos”.

Mas boa parte dos fãs acompanhavam The Walking Dead na forma alternativa, através de scanlations do material que era lançado mensalmente nos Estados Unidos – e que frequentemente atrasava! E o local onde as discussões se concentravam era no finado Orkut, em comunidades que mal passavam de mil membros.

Foi neste cenário que surgiu a ideia original da criação do The Walking Dead Brasil. Simplesmente criar um espaço para disponibilizar a leitura e discussão dos quadrinhos.

O primeiro layout do The Walking Dead Brasil, em 2010. A série de TV ainda não existia, o papo era só sobre os quadrinhos.

A adaptação da série de TV havia sido confirmada em março de 2010. Em maio as gravações em Atlanta iniciaram e o The Walking Dead Brasil entrou no ar. Com a estreia da série em 31 de outubro de 2010 e o imediato sucesso, o site precisou ser adaptado para a nova realidade.

O segundo layout do The Walking Dead Brasil, em 2012. Ainda em formato de blog, com mais opções.

Após muitas quedas de servidor, migramos para uma estrutura melhor e atualizamos o layout. Afinal, não éramos mais um blog para disponibilizar quadrinhos, mas um site de notícias trazendo novidades de todo o universo The Walking Dead.

O terceiro layout do The Walking Dead Brasil, em 2014. Total reformulação, em uma estrutura de portal de notícias.

Conforme The Walking Dead crescia e se estabilizava como uma das principais séries da última década, o site e a equipe também foi se desenvolvendo. O The Walking Dead Brasil se consolidou como parada obrigatória de todo fã da franquia, abrangendo também os games, livros e a série paralela, Fear The Walking Dead.

O quarto layout do The Walking Dead Brasil, em 2016. Consolidação do formato portal.
O quinto layout do The Walking Dead Brasil, em 2018. Muito parecido com a versão atual, buscando reduzir as informações na tela para o leitor.

Mudamos a aparência do site mais algumas vezes, até chegarmos na versão final, tentando deixar tudo o mais “limpo” e padronizado possível.

De The Walking Dead para Geekdama

Ao longo de uma década vimos altos e baixos de The Walking Dead e o site foi se aperfeiçoando. Começamos a falar de outros assuntos. E apenas o domínio TheWalkingDead.com.br não bastava.

Então surgiu o Geekdama, um trocadilho da Genkidama de Dragon Ball com o termo Geek, para unirmos vários universos e apresentar informações e discussões. De fãs para fãs, exatamente como foi desde a ideia inicial do The Walking Dead Brasil.

Alguns visitantes mais assíduos devem ter percebido as mudanças dos últimos meses. Fundimos o The Walking Dead Brasil com o Geekdama (e alguns outros dos nossos sites), consolidando tudo em só portal de informações, sem perder as características de cada um.

Ou seja, o The Walking Dead Brasil continua como sempre, nas redes sociais e como uma área (bem grande) no Geekdama.

Como sempre contamos com o feedback de todos para melhorarmos. Sugestões e críticas são sempre bem vindas!

Uma nova década

2020 infelizmente não começou bem em todo o mundo. Mas acreditamos que apesar de todos os problemas, perdas e atrasos por conta da pandemia, ainda teremos uma excelente década no mundo do entretenimento.

Fizemos uma jornada incrível até aqui como The Walking Dead Brasil. E faremos uma jornada ainda mais divertida a seguir como Geekdama.

Quer fazer parte da nossa jornada? Você pode fazer parte do Geekdama e escrever sobre The Walking Dead ou qualquer outro assunto que seja fã. Inscreva-se clicando aqui!


Não é qualquer projeto que chega a uma década e ainda mantendo todo este fôlego. Muito obrigado a todos que têm acompanhado o The Walking Dead Brasil nestes primeiros dez anos de existência!

Siga The Walking Dead BRASIL nas redes sociais!