Ao longo dos anos a série de TV de The Walking Dead consolidou sua fama de “não poupar ninguém”, criando nos fãs a expectativa de que qualquer personagem pode morrer a qualquer momento.

Claro que tantas mortes acabariam causando insatisfação não apenas entre os fãs, mas também entre os próprios atores.

O ator Lew Temple, que interpretou Axel, um dos prisioneiros da 3ª temporada, revelou que Andrew Lincoln (Rick Grimes) tentou impedir que o Governador (David Morrissey) matasse seu personagem de forma tão súbita no 10º episódio (S03E10 – “Home”).

Em entrevista ao canal KyTOCtv, Temple revelou a informação e que achava que seu personagem ficaria por mais tempo na série.

Eu pensei que Axel fosse se tornar parte integrante do grupo de sobreviventes e foi essa ideia que eles meio que fizeram com que eu acreditasse.

Por conta dos quadrinhos, eu sabia que ele morreria [Axel originalmente foi morto durante a invasão do Governador à prisão], mas eu estava achando que talvez não fosse tão rápido assim.

Os prisioneiros que o grupo de Rick encontra no 1º episódio da 3ª temporada de The Walking Dead: Big Tiny, Oscar, Axel, Andrew e Tomas.
Os prisioneiros que o grupo de Rick encontra no 1º episódio da 3ª temporada de The Walking Dead: Big Tiny, Oscar, Axel, Andrew e Tomas.

Temple disse que sentia que seu personagem realmente se tornaria uma parte importante da série, até que recebeu uma ligação do então showrunner, Glen Mazzara, que selou seu destino.

Ele me explicou que as coisas estavam se encaminhando rápido e eles acabaram ficando num beco sem saída.

O Governador iria aparecer e tinha que ter derramamento de sangue. Não tinha como ele sair atirando e não causar nenhum dano, ou ele se tornaria impotente.

Andrew Lincoln interviu

Rick, Daryl e T-Dog se juntam aos prisioneiros (Tomas e Axel) para limpar os zumbis da prisão, no 2º episódio da 3ª temporada de The Walking Dead.
Rick, Daryl e T-Dog se juntam aos prisioneiros (Tomas e Axel) para limpar os zumbis da prisão, no 2º episódio da 3ª temporada de The Walking Dead.

Temple então tentou convencer Mazzara para matar Allen (Daniel Thomas May) no lugar. O personagem apareceu junto com o grupo do Tyreese (Chad Coleman) e acabou se voltando para o exército do Governador. Temple recebeu como resposta que a morte de Axel “seria dolorosa, mas teria seu valor”.

Eu fui avisado com três semanas de antecedência. Pediram para que eu não falasse sobre isso, pois ainda não estava totalmente definido.

Na verdade, o Andrew Lincoln na época foi até a produção e os produtores e disse: ‘Acho que estamos cometendo um erro aqui, melhor não fazermos isso neste momento’.

Os roteiristas e produtores levaram o alerta de Lincoln em consideração.

Eles voltaram a discutir o assunto. E inclusive eles começaram a considerar outros atores regulares para morrerem no lugar do Axel.

Mas no final realmente foi Axel que encontrou seu fim no ataque do Governador.

Axel morto, após ter sido baleado na cabeça pelo Governador, no 10º episódio da 3ª temporada de The Walking Dead.
Axel morto, após ter sido baleado na cabeça pelo Governador, no 10º episódio da 3ª temporada de The Walking Dead.

Axel serial killer?

Em outra entrevista recente, Temple revelou que seu personagem era para ser um serial killer e que teria matado uma das personagens mais queridas de The Walking Dead.

Fui contratado na intenção de interpretar um serial killer, mas então no dia fui notificado de que isso seria alterado.

“Não, não. Temos que deixar as coisas um pouco mais leves. Estamos muito sombrios.”

Confira a matéria completa: Ator de The Walking Dead revela trama brutal que foi cancelada por ser “violenta demais”

Fontes KyTOCtv CB

Siga The Walking Dead BRASIL nas redes sociais!